Viaje para a Amazônia!


“O viajante é criatura de movimentos mais vagarosos, todo enredado em afetos, querendo morar em cada coisa, descer à origem de tudo, amar loucamente cada aspecto do caminho, desde as pedras mais toscas às mais sublimadas almas do passado, do presente e até do futuro – um futuro que ele nem conhecerá” (Cecília Meireles).

A Amazônia é, de fato, um das belezas mais representativas do mundo. Viajar para a Amazônia é o sonho de muitos turistas. Há muito para se conhecer dos encantos, sabores e particularidades de uma das maiores florestas tropicais do mundo.

Manaus, por exemplo, é uma boa opção das suas férias. Em Presidente Figueiredo, há praias fluviais, águas de cores surreais, formações rochosas curiosas e cachoeiras deslumbrantes.

Na Amazônia, você pode ter uma experiência incrível que é presenciar a “Pororoca”, encontro das correntes de maré do oceano Atlântico com as correntes fluviais do rio Amazonas, sempre durante a lua nova e a lua cheia. O choque entre as águas causa ondas gigantescas.

Nosso catálogo foi fotografado em Alter do Chão, local apontado pelo jornal inglês The Guardian como uma das dez mais belas praias do Brasil. A praia é formada por inúmeras ilhas e extensas faixas de areia branca, banhadas pelas águas cristalinas esverdeadas do Rio Tapajós. Para chegar a Alter do Chão, você precisar ir para Santarém, que recebe voos diretos de Brasília-DF, Belém-PA e Manaus-AM. A distância do aeroporto até Alter do Chão é de 33 km.

Dica: o ideal é ficar ao menos três dias nos locais para conseguir explorar os arredores e fazer passeios. Embora as temperaturas sejam estáveis durante o ano todo, o clima é quente e úmido, sendo um dos mais chuvosos do mundo, especialmente de dezembro a maio. Não há uma estação seca, mas o índice pluviométrico diminui entre junho e setembro. As águas ficam baixas de outubro a novembro, quando o calor fica mais intenso. Escolha ir entre agosto e janeiro, que são os meses de vazante do Rio Tapajós.